Beleza & Paciência

Quando alguém te conta que está passando por uma fase muito dura e confessa que já pensou em se matar…Infelizmente mais de uma pessoa me fez esse comentário nos últimos tempos. Uma estava numa situação totalmente controlável e reversível. Outra, o inverso, não podia fazer nada sobre o assunto.

Pegando carona no assunto da semana passada sobre as formas de abordagem e a responsabilidade que terapeutas alternativos devem ter em falar com as pessoas sobre suas vidas, uma amiga leu o artigo e contou a seguinte estória:

“Uma vez eu estava tentando marcar, pelo telefone, um horário com uma astróloga e ela me perguntou:

– “Qual o seu signo e seu ascendente?”

– “Capricórnio com ascendente em Peixes.”

– “Tendência suicida!” ela disse, na lata!

“Bom, se tivesse acertado, dali mesmo me jogava pela janela! Ainda bem que ela errou.”.

10 wands

Obviamente morri de rir com essa, mas o assunto suicídio é MUITO sério. E fica mais sério ainda quando alguém te conta que está passando por uma fase muito dura e confessa que já pensou em se matar. Infelizmente mais de uma pessoa me fez esse comentário nos últimos tempos. Uma estava numa situação totalmente controlável e reversível. Outra, o inverso, não podia fazer nada sobre o assunto.

Esse tipo de vontade de se matar de que estou falando não é problema de desequilíbrio de serotonina ou alguma função do cérebro que pode ser controlada por remédios somente. Remédios são úteis sim, mas a vida faz a gente tomar tombos inesperados, então nem sempre remédio é a única solução. Pode ajudar um pouco, mas como o problema não é físico, no final o negócio é encarar a situação de frente. Mas de onde pegar forças para isso?

Pois eu não tenho dúvidas de que Deus está acima de tudo e de todos. Lembrar que Deus ajuda já é um grande passo. O próximo passo é PEDIR essa ajuda. Tanto é, que a própria filosofia dos “12 passos” (usada para os Alcoólatras Anônimos e outros grupos que cuidam de vícios afins) tem como prioridade entender que não dá para a pessoa resolver tudo sozinha e que ela deve ter apoio terapêutico + de família e amigos + pedir ajuda para Deus e rezar.

strenghtLimpezas espirituais também ajudam a aliviar a sensação de angústia que se sente, até mesmo fisicamente. O mundo espiritual está sempre pronto para te dar forças para enfrentar seu problema.

Resumindo, se seu problema tem solução, busque a solução. Às vezes é uma questão de dar um ponto final ao sofrimento, marcar uma data limite para tomar uma decisão e agir. Outras vezes, quando não tem como resolver a situação, a única coisa que resta é a aceitação. Batendo na mesma tecla, tanto para um caso como para o outro, tem que rezar e pedir ajuda de Deus e das pessoas. Tem que falar sobre o problema, conversar, desabafar, tirar esse peso de dentro. Como disse no último artigo, porque esse é seu inverno. Aguenta mais um pouquinho e acredite que sua primavera vai chegar, e aí você vai olhar para trás aliviado.

Como diz uma amiga figura:

“A vida é feita de 2 palavras: beleza e paciência.

Tá tudo bem: beleza!

Não está: paciência…”

On vacation

A main subject we discussed was the tarot reader’s responsibility to read the cards and pass on the information. Everyone feels both a bit fascinated and spooked out when meeting a clairvoyant who can just look at you and start talking about your life, perfectly describe a “man /woman” you love or warn you that someone in the family is going to die.

I miss my blog… my virtual absence will be properly compensated – I promise. I was not on vacation, but at the moment I’m traveling and I had the opportunity to see my old tarot classmates.

Whenever we see each other, we have long conversations about the consultations, reading techniques and eventual experiences when interpreting the spreads. A main subject we discussed was the tarot reader’s responsibility to read the cards and pass on the information.vidente

Everyone feels both a bit fascinated and spooked out when meeting a clairvoyant who can just look at you and start talking about your life, perfectly describe a “man /woman” you love or warn you that someone in the family is going to die. Card and tarot readers may also tell you bad things that have not yet happened, influencing the person’s life negatively.

I have recently talked to some people who, unfortunately, have gone through such incidences. A middle-aged woman told me that about thirty years ago, a fortuneteller said that she had a spell cast on her to make her whole life go south. She confessed that she still thinks about it to this day.crystal-ball- tarot

Another acquaintance told me a terrible story. She went to a tarot consultation in which the reader said that she was in a bad relationship and saw that she was going to break up with her boyfriend. Then her boyfriend also consulted with the same person, who made that same prediction for him.

In short: this “prophecy” undermined their relationship. It got weakened and they ended up splitting. However, here’s a detail: they loved each other, they got along very well and suffered a lot from all of this. And in the end, what the reader predicted really happened, but to other relationships this woman had throughout her life. Now, some twenty years later, this couple still like each other but are still estranged. This consultation left them with a very bitter taste in their mouths.

I’m not saying that every time you have a consultation it will always mean good news. But there are ways to pass along the information. A seer, tarot reader, fortuneteller, astrologer and the like must help the person to make better decisions according to the trends and opportunities that the spread presents. That is the responsibility I am referring to. Or, if the spread shows a difficult period, at least prepare and calm down the client, because everything goes by.sharman-caselli-02727 10 of cups

Life goes by in periods, just like the seasons of the year. Perhaps till your early twenties, it was just a beautiful summer (mild, hopefully!). But once you reach forty, fifty or sixty years old it’s uncommon not having been through any winter. Almost everyone has had some struggle.

But if you’ve NEVER been through any of that, congratulations! You are one of the few who came to Earth on vacation.

Enjoy!

De férias

Um assunto chave que discutimos foi a responsabilidade do tarólogo ao ler as cartas. Todo mundo tem um certo fascínio e ao mesmo tempo pavor de videntes que podem se encostar em você e sair falando da sua vida…

Saudades do meu blog… minha ausência virtual será devidamente compensada – prometo. Não estava de férias, mas no momento estou viajando, por isso tive a oportunidade de ver meus antigos colegas de classe de tarô. Quando nos vemos, temos longas conversas sobre as consultas, técnicas de leitura e eventuais experiências ao interpretar os jogos. E um assunto chave que discutimos foi a responsabilidade do tarólogo ao ler as cartas e passar as devidas informações.a-vidente-voce-acha-que-vai-melhorar

Todo mundo tem um certo fascínio e ao mesmo tempo pavor de videntes que podem se encostar em você e sair falando da sua vida, avisando que alguém da família vai morrer ou que “tem um homem/ mulher” na sua vida. Mesmo no caso de cartomantes e tarólogas, muitas também podem passar más notícias de coisas que ainda nem aconteceram, influenciando a vida da pessoa negativamente.

Ultimamente, tenho visto casos de pessoas que passaram por episódios como esses. Uma mulher de meia idade me contou que há trinta anos atrás, uma cartomante falou que ela tinha uma magia fazendo com que sua vida toda desse errado. Disse que até hoje pensa nisso.

vidente-loteria

Outra conhecida, me contou uma estória terrível de como foi a uma consulta de tarô, na qual a taróloga falou que ela estava num péssimo relacionamento, que ia se separar. Depois o namorado também se consultou com a mesma pessoa, que fez essa mesma previsão para ele. Resultado: isso influenciou negativamente o relacionamento, que se enfraqueceu, e eles acabaram se separando. Só tem um detalhe: se amavam, se davam super bem e sofreram demais com tudo isso. E no final, o que a mulher previu aconteceu com outros relacionamentos que tiveram ao longo da vida. Agora, uns vinte anos depois, ainda se gostam mas continuam separados. Ficaram com um gosto muito amargo dessa consulta.

Não estou dizendo que sempre que você vai a uma consulta tudo vai ser perfeito. Mas existem maneiras de passar as informações. Um vidente, tarólogo, cartomante, astrólogo e afins têm que ajudar a pessoa a tomar melhores decisões de acordo com as tendências e oportunidades que o jogo mostra. Essa é a responsabilidade a que me refiro. Ou, se o jogo está difícil, pelo menos preparar e acalmar a pessoa, porque tudo passa.sharman-caselli-02727 10 of cups.jpg

A vida passa por fases como as estações do ano. Talvez, até os seus vinte e poucos anos, tudo só tenha sido um belo verão (ameno, não de cinquenta graus!). Mas, chegar aos quarenta, cinquenta ou sessenta e poucos anos e ainda não ter passado por nenhum inverno é muito raro. Quase todo mundo já passou por alguma dificuldade.

Mas, se você NUNCA passou por nada disso, parabéns! Você é um dos poucos que vieram para a Terra de férias.

Aproveita!

Corporate Paranoia

Throw the first stone the one who never got a little paranoid at work when his company undergoes changes, profits are low due to the economy and you need this job to pay your bills.
… then you come for a tarot consultation

Throw the first stone the one who never got a little paranoid at work when his company undergoes changes, profits are low due to the economy and you need this job to pay your bills.rods02

Well … then you come for a tarot consultation to know how to deal with your job’s instability. It may seem real- you often think your head is at stake when it’s not. You may turn your worst fears into reality just because you believe you’ll loose your job when that will not even happen. Let’s look at some situations that may be similar to your reality at the moment:

1st Scenario: You think your boss hates you. You think you’re going to lose your job. You work with sales. But the tarot assures you that you and your boss will be good friends, and there’s still plenty to celebrate. Why? Because he has nothing personal against you. He likes money. And when you make good deals, you become the office top employee. Sounds obvious, but it’s not, especially when you can’t close anything. The tarot advises you: don’t worry with your boss, don’t get depressed. Spend your time planting seeds because you WILL harvest your sales. The client doubts the tarot because he is so desperate. The tarot still shows he’ll be celebrating with his boss in the future. Yes, it happened to one of my clients!rods03

2nd Scenario: Your work at a big company, your leadership has changed and it’s a mess now. Everyday you go to work you have nothing to do, no projects at all. You think about sending your resume to other companies but your company is a market leader and it gives you some stability. The tarot tells you: don’t be upset with the moment, don’t rush into anything: wait and go with the flow. You will not lose your job because your boss doesn’t even know what to do, he’s still adapting. Work will be boring, there will be instability, but you’ll keep your job. Be patient: wait for this period to end. This tarot client still has his job but it’s still a mess. After six months, the client’s life trends have changed and the tarot advises that the consultant should start searching for other jobs … INSIDE the company. Interesting, right?

3rd Scenario: Both your boss and your company are in trouble. You think it has always been this way. You believe this situation won’t affect you. But the tarot warns you: this company is going to get into a lot of trouble and you’re probably going to lose that job overnight. So, save money, get organized, and start thinking about what you want to do: send your resume to other companies, start your own business, retire?

There are tons of stories about people who ask the tarot questions related to work, but each case is unique. The important thing to remember is:

07_chariot1) Don’t rush into things.

2) Don’t expect the worst… the old saying “every cloud has a silver lining” may be acting in your favor.

3) If a cloud of doubts is affecting your common sense, don’t wait too long: consult with a tarot reader + a mentor, psychic+ a coach, an astrologer + a headhunter or any other combination of heaven+ earth to help you get back to your senses, put your feet on the ground and your head in the right place. Then build your own strategy to attract opportunities.

It will work!

Paranóia Corporativa

Jogue a primeira pedra aquele que nunca ficou com uma certa paranóia no trabalho quando sua empresa passa por mudanças, a economia está chicoteando os resultados e você depende desse emprego para pagar suas contas.
… aí você vem para uma consulta de tarô…

Jogue a primeira pedra aquele que nunca ficou com uma certa paranóia no trabalho quando sua empresa passa por mudanças, a economia está chicoteando os resultados e você depende desse emprego para pagar suas contas.rods02

Pois é… aí você vem para uma consulta de tarô para saber como lidar com a instabilidade do seu emprego. Por incrível que pareça, muitas vezes você pensa que sua cabeça está em jogo, mas não está. Pode meter os pés pelas mãos por antecipar uma demissão que nem vai acontecer. Analisemos algumas situações de consulentes, que talvez se pareçam com a sua realidade no momento:

Caso 1: Você acha que seu chefe te odeia. Acha que vai perder seu emprego. Trabalha com vendas. Mas o tarô te garante que você e seu chefe vão ser bons amigos e ainda vão ter muito o que comemorar. Por quê? Porque ele não tem nada pessoal contra você. Ele gosta é de dinheiro. E quando você fecha bons negócios, vira o queridinho do escritório. Parece óbvio, mas não é. Especialmente quando você está numa fase em que não está conseguindo fechar nada. O tarô te aconselha: não fica de implicância com o chefe, nem deprimido. Investe seu tempo correndo atrás das vendas porque você VAI CONSEGUIR fechar negócios. E a pessoa fica incrédula, porque está numa fase de desespero. O tarô ainda mostra vocês tomando uma champagne juntos no futuro. Aconteceu sim com um cliente!

rods03

Caso 2: Sua chefia mudou. A empresa é grande e está uma bagunça. Você vai para o trabalho todos os dias e não tem nada para fazer, nenhum projeto. E pensa em enviar seu currículo para outras empresas. Mas sua empresa é uma gigante no mercado e te dá uma certa estabilidade. O tarô te responde: não se irrite com o momento, não se antecipe. Espere e vai levando esse período. Você não vai perder seu emprego, porque seu chefe não sabe o que fazer, ainda está se adaptando a tudo. O dia a dia do trabalho vai ser chato mesmo, com muita instabilidade, mas você fica no emprego. Vai levando…pelo menos até o fim desse período. Esse cliente continua no emprego, sua área ainda confusa. Mas depois de passados uns seis meses, o período mudou, e o tarô avisou que o consulente deve começar a procurar outras oportunidades…DENTRO da própria empresa. Interessante, né?

Caso 3: Seu chefe e a empresa passam por problemas. Você acha que é mesmo sempre assim, que não vai te afetar. Mas o tarô te alerta: essa empresa vai entrar numa grande encrenca e você provavelmente vai perder esse emprego de uma hora para outra. Então economize, se organize e comece a pensar no que quer fazer: mandar seu currículo para outras empresas, abrir seu próprio negócio, se aposentar?

Existem mil outras estórias de consultas em relação à trabalho, mas cada caso é único. O importante é lembrar:07_chariot

1) Não se antecipe.

2) Não pense no pior…o velho ditado “há males que vêm para o bem” pode estar agindo a seu favor.

3) Se uma nuvem de dúvidas estiver atrapalhando seu bom senso, não espere muito: consulte logo o tarô + mentor, pai-de-santo + coach, astrólogo + headhunter ou qualquer outra combinação da terra e do céu que te acalme, te ajude a por os pés no chão e a cabeça no lugar. A partir daí, monte sua própria estratégia para atrair oportunidades. Vai dar certo!

I bring your lover back in 3 days!

However, the curious thing that I have found is that when the tarot tells a client on the spot that he/she will fall in love, the person usually doesn’t believe it.

When I started this blog, I received some criticism regarding the name “Tarô da Rô” (which better translates to “Rose’s Tarot”). What to me seemed like a fun rhyme in Portuguese (sounds like tarow-da-row), to some sounded more like a fortune teller’s post on the wall, like “I bring your man back in 3 days”*. I accepted the suggestions to include my full name and place a “tarot reader” description instead. The comment made sense, because one thing is magic, the other is an oracle.trago a pessoa amada

It may be that using magic may attract your love faster. Instead, an oracle like the tarot often predicts that a new love may arrive as part of a new cycle, organically, without demanding you to cast a spell on someone else (like brewing coffee in the guy’s underwear, or writing the poor guy’s name on a piece of paper and leaving it in your freezer to conquer him)**.

A lot of people really want to get good news about their love prospects, but sometimes the person’s cycle indicates a period when they have to pay greater attention to other areas, such as work, money and stability. Once life’s priorities are taken care of, your path is open to find new love.

However, the curious thing that I have found is that when the tarot tells a client on the spot that he/she will fall in love, the person usually doesn’t believe it. Like in one of the consultations that I gave… the client was in a relationship that led nowhere. When I told her that she would soon find new love, she said, “Impossible! I’ve been with this guy for the last seven years and I doubt that I’ll meet anyone else.” A year later she returned with a smile on her face and told me how she met her new “King of Cups” when she least expected and that she was totally in love.

Another client had endured a marriage that had lost its sparkle a long time ago. She consulted the tarot from time to time for about two years to see if she could separate and start a new life, but the tarot wouldn’t give her a break. One fine day the Heavens gave her an ok. She got the oracular permission to finally get a divorce. The tarot also indicated that she would soon meet a new guy and start a serious relationship right away. “What do you mean? I’m going to meet someone else? I doubt it…”, she said. Well, it happened just like that!star wars lovers

There maybe a reason why people hesitate trusting these good news. Sometimes that same person has gone through so much that it’s hard to believe in love again. It reminds me of a Woody Allen movie in which a woman goes to a fortune teller who only predicts wonderful things. That same woman desperately complains to Woody about it. He tells her that instead of a card reader she really needed a good shrink, because she was so negative.

But if it’s through tarot cards, magic or simply life, the point is that no matter where the good news come from, when they come, open your heart. Because there is no better antidote to this crazy world than love.

* “I bring your love back in 3 days” is a sign that can be found in many places around Brazilian cities that fortune tellers /people who “cast spells” advertise. So they say, if someone breaks up with you, they may cast a spell on that person to come back and make up with you within 3 days from the consultation.

** Yes, some people do these crazy things!

*** Also, my blog believes in equality for men and women. Due to practical reasons, I wrote in the masculine, but I understand that everybody wants to find out things and fall in love with everybody: men+women, men+men, women+men and women+women.

Trago seu homem em 3 dias!

O curioso é que, quando o tarô fala que a pessoa vai se apaixonar, ela geralmente duvida.

Quando comecei este blog, recebi algumas críticas em relação ao nome “Tarô da Rô”. O que para mim parecia uma rima divertida, para alguns soava mais como “Tarô da Mãe Xoxô, trago seu homem de volta em 3 dias”. Aceitei as sugestões de colocar meu nome inteiro e a descrição de taróloga. O comentário fez mesmo sentido, porque uma coisa é magia, outra é oráculo.trago seu amor de volta

Pode ser que a magia traga mesmo seu amor mais rápido, mas o tarô, como oráculo, muitas vezes prevê que um novo amor chegará como parte de um novo ciclo, naturalmente, sem precisar passar o café na cueca do sujeito, ou escrever o nome do coitado num papel e depois colocar no congelador para conquistá-lo*.

Muita gente fica louca para que tenha uma boa notícia na área amorosa, mas às vezes o ciclo da pessoa indica uma fase de maior atenção para outras questões, como trabalho, dinheiro, estabilidade. Depois de resolvidas as prioridades da vida, o caminho fica mais livre para chegar alguém novo.

O curioso que tenho reparado é que, quando o tarô fala de cara que a pessoa vai se apaixonar, ela geralmente duvida. Foi um dos casos que atendi, em que a consulente estava num relacionamento que não levava a nada. Quando veio a previsão de um novo amor, ela disse: “Impossível! Estou com o fulano há sete anos e duvido que vai aparecer alguém novo”. E um ano depois voltou toda contente, contando como conheceu um novo “rei de copas” quando menos esperava e que estava totalmente apaixonada.

Outra cliente gramava há muito tempo num casamento que já tinha perdido o brilho há anos. Consultou o tarô de tempos em tempos, durante uns dois anos, para saber se podia se separar, mas o tarô durão não dava chance. Um dia, finalmente o céu se abriu para ela e foi dada a permissão oracular para a separação, indicando que logo iria conhecer um novo amor e entrar num relacionamento sério. E ela falou “Como assim? Já vou conhecer outro? Difícil…”. Dito e feito.star wars lovers

Mas essa questão de duvidar tem uma certa explicação. Às vezes a pessoa passa por tanta fase difícil, que quando vem uma notícia boa nem acredita. Me lembra até um filme do Woody Allen no qual a mulher vai numa cartomante que só fala coisas maravilhosas para ela. Desesperada, essa mesma mulher vai reclamar para Woody, que fala que em vez de cartomante ela precisava mesmo era de uma boa terapia, porque não conseguia acreditar de jeito nenhum que coisas boas estavam no seu horizonte.

Mas se é via tarô, magia ou simplesmente vida, o ponto é que não importa de onde venha o sinal de bons ventos. Quando vem, receba de coração. Porque não há melhor antídoto para esse mundo maluco que o amor – faz até aquele “Bom Dia Brasil” que te faz arrancar todos os cabelos já na hora do café ficar inofensivo.

* Meu blog acredita em direitos iguais entre homens e mulheres, sem preconceitos. Para fins práticos escrevi no masculino, mas entendam que todo mundo quer saber de todo mundo: homem de mulher, homem de homem, mulher de homem e mulher de mulher.

Tarot, health and hygiene

Last weekend I had the pleasure of visiting São Paulo to take a tarot class related to health and therapies. In fact, to learn a technique in which from the tarot spread it can found if the person has a health problem. It was actually a class about diseases.

Last weekend I had the pleasure of visiting São Paulo to take a tarot class related to health and therapies. In fact, to learn a technique in which from the tarot spread it can found if the person has a health problem. It was actually a class about diseases.Death

It’s interesting to notice how detailed the tarot can be. For example, you can identify problems in the endocrine system and pinpoint exactly the thyroid gland; or, if looking at the bones, talk specifically about the cervical spine. This is a particular technique that needs to follow rules. You may even distinguish different stages of progression of a certain a disease and find physical check-up alerts for a certain part of ​​the body. That’s very precise.

However, since tarot readers are not doctors nor want to take their places, the point is to give the client a warning if the spread shows something odd and suggest (or even beg) him/ her to go see a doctor. Investigating the client’s health is the icing on the cake of a consultation.

Since life is not all about work and workshops, I took advantage of my stay to see friends and relatives, as well as to enjoy the cultural side of São Paulo. This time I stayed with long time friends – almost like family to me. My friend’s husband is an executive who is always on the go and travels the world. He told us that during one of his Gulliver’s Travels, he had the pleasure of visiting Japan. He came back amazed, sharing all about Japan’s novelties, like the case of the high-tech Japanese toilet.

What exactly is this high-tech toilet? He explained to us that you sit on a heated seat, do what you have to do, and in the end there is a control panel on the wall where you can choose how to get cleaned (there is an integrated bidet): do you prefer warm water in the “front” or the “back”? How strong should the water jet be? And what about the blow dryer in the end: do you prefer a breeze or a hurricane?

We obviously laughed a lot about this, because we can’t quite understand how the jet angle is calculated, how it does not cause a tsunami in the bathroom and a thousand more other technical questions came up, even about the toilet paper market survival in the East.toilet

And what does this all have to do with Sao Paulo? Oh!!! My friend, her son and I went to see a new attraction at the renown Paulista Avenue: the “Japan House” – a global project sponsored by the Japanese government that works as a modern cultural center promoting the Japanese culture. The visit was wonderful: the building itself is a beautiful architectural project, there was an exhibition about bamboo art and we still had lunch at their Japanese restaurant and ate a typical Japanese recipe (which is not sushi nor sashimi … it’s more like the Japanese daily meal … light and healthy).

And to crown our visit, at the end my friend said that she was going to the bathroom. She came back with a huge smile and a twinkle in her eyes, and said, “Roseanne! You will not believe what’s in there! ” I quickly got it, “Really? I can’t believe it! Stay here, watch my bag, ‘cause now it’s my turn! ” How fabulous! Everything her husband said was true. I could stay there all afternoon, enjoying that permanent collection, that unusual spa.

As my poet cousin would say: the Japanese hygiene “eclipsed” the tarot’s health!

Tarô, saúde e higiene

No último fim de semana, tive o prazer de ir a São Paulo para fazer um curso sobre tarô ligado à saúde e terapias. Na verdade, uma técnica na qual a própria mandala do tarô consegue identificar se a pessoa está com algum problema de saúde. Enfim, um curso sobre doenças.

No último fim de semana, tive o prazer de ir a São Paulo para fazer um curso sobre tarô ligado à saúde e terapias. Na verdade, uma técnica na qual a própria mandala do tarô consegue identificar se a pessoa está com algum problema de saúde. Enfim, um curso sobre doenças.Death

Interessante ver o grau de detalhes que o tarô pode dar. Por exemplo, pode identificar problemas no sistema endócrino, exatamente na glândula da tireóide, ou nos ossos, especificamente coluna cervical. Mas neste caso, é uma técnica precisa, que segue regras. Há graus de evolução de doenças, alertas para exames de check-up em uma certa área do corpo. Bem preciso. Mas como tarólogo não é médico e nem tem a audácia de se aventurar nisso, o ponto é dar um toque no cliente se o jogo mostrar alguma coisa esquisita e sugerir (ou até mesmo implorar) para que o consulente vá procurar um médico. Investigar a saúde é uma cereja no bolo da consulta.

Como a vida não é só feita de estudos e trabalho, aproveitei minha estada para ver amigos e parentes, além de curtir o lado cultural paulistano. Desta vez, me hospedei na casa de uns amigos de longa data, quase família. O marido da minha amiga, um executivo que volta e meia viaja pelo mundo, numa de suas viagens de Gulliver teve o prazer de conhecer o Japão. E voltou maravilhado, contando as novidades, como o caso da privada high-tech japonesa.

O que é essa privada high-tech? Ele nos explicou que você senta num tampo aquecido, faz o que deve ser feito, e no final, tem um painel na parede no qual você escolhe como se limpar: água morninha na frente ou atrás? Qual a intensidade do jato de água? E o ventinho no final para secar: tipo brisa ou furacão? Obviamente esse assunto rendeu muitas risadas, porque não conseguimos entender de jeito nenhum como é calculado o ângulo do jato, como isso não ocasiona um tsunami no banheiro, e mil outras perguntas técnicas, até mesmo uma questão estratégica sobre o novo papel do papel higiênico no Oriente.toilet

E o que que isso tem a ver com São Paulo? Ahh!!! Eu, minha amiga e seu filho fomos visitar uma nova atração que a famosa Avenida Paulista ganhou: a “Japan House” – um projeto global do governo japonês que funciona como um moderno centro cultural, promovendo a cultura japonesa. A visita foi maravilhosa: o prédio em si é um projeto arquitetônico lindo, havia exposição sobre a arte em bambu e ainda almoçamos no restaurante japonês e comemos uma típica receita japonesa (que não é sushi nem sashimi…é mais o arroz e feijão dos japoneses… leve e saudável).

E para coroar, no final da nossa visita, minha amiga disse que ia ao banheiro. Voltou com um sorrisão e um brilho nos olhos, e disse: “Rô! Você não vai acreditar o que tem lá dentro!”. E eu rapidamente entendi: “Sério? Não acredito! Fica aqui com a minha bolsa que agora é a minha vez!”. Que espetáculo! Tudo que o maridão dela disse era verdade. Podia ficar a tarde toda lá curtindo aquele acervo permanente, aquele spa inusitado.

Como diria meu primo poeta: a higiene japonesa “eclipsou” a saúde do tarô!

Trauma-free tarot

And it was during one of these encounters that I came across a dear health professional that asked me, “So you’re a tarot reader? My mother also reads tarot cards.”

Some people think that tarot readers check their cards all the time to know every single thing in life, even to replace the weather guy and ask if should/ should not take a coat when leaving home. Housewives_Tarot_8That’s because in these climate change days the weather report may not be enough… a little help from the cards can increase the forecast accuracy. It never hurts caring a jacket though, since air conditioning can freeze your bones too.

But back to the subject tarot and its futilities… Can you believe that a number of close friends ask me to check over the simplest things (because they’ve obviously had already done a complete Mandala reading), while I – and some other readers I know – hardly ever consult the tarot? The reason being is that it’s better to have a colleague read the cards for me and give me a decent prediction, than having me open my own tarot spread only to manipulate my own future according to what I want to happen.

There was a time when I was studying to get a public sector job (with the Brazilian Government- which is almost as hard as passing a Bar Exam) that I would constantly consult with the tarot: “Am I going to pass this exam and get the job?” The answer was always yes. If it was that easy to read it for myself, according to those answers, by now I could be advising the President! Does that mean that tarot cards are a waste of time? Of course not! It only means that when you are emotionally attached to the problem, you’d better ask another reader to answer your question. It’s like a surgeon who does not operate his own son, but asks another very good doctor to operate him.

And then you ask me: so you NEVER check anything with your cards? Yes, but rarely. And that’s where our story begins… Since my blog is still a 3-month-old baby, I go around doing some advertising with people who I know (and who I don’t too). And it was during one of these encounters that I came across a dear health professional that asked me, “So you’re a tarot reader? My mother also reads tarot cards.”

housewives-queen-of-wands“Oh, that’s so cool”, I replied, “you probably ask her everything, right?” She quickly answered: “No! And I’ve never had anyone read it or me. Can you believe that when I was a teenager, one day I arrived home late at night, only to see my mom waiting for me, very angry, holding her tarot deck?

Her mother was sitting at the kitchen table, waiting for her to arrive. When she stepped into the house, the mother was already shuffling the cards and, in a dry tone, demanded: “Sit here! Now! Pick three cards!” The poor girl sat down, drew the cards from the deck. The mother read the spread, looked at her with a very nasty face and finally said: “That’s all I wanted to know!” And spent days without talking to her!

housewives-03043

I asked her if she had really done something “wrong”. She replied, with a cheerful smile: “Of course!” Anyway, I thought she hated tarot cards, but she actually loved the idea of me reading for her.

More than a reading, I freed her from a tarot trauma!