Carta ao Papai Noel

O que queremos que aconteça e o que ainda está faltando?

O ano já está acabando. Lá vem aquela sensação de olhar para trás para analisar o que fizemos de produtivo, o que mudou em nossas vidas de bom. E desse olhar, vislumbramos o futuro: o que queremos que aconteça e o que ainda está faltando.

tarodaro_sevenof pentacles

Minha lista ainda é grande, e seria muito prático e fácil escrever uma carta ao Papai Noel pedindo coisas. Mas, como todo adulto já sabe, Papai Noel não existe. Quando criança, os pedidos eram bem mais simples, como um brinquedo ou uma coisa material.

A gente cresce e vê que é bom ter dinheiro e “coisas”… sim, uma delícia. Mas o que queremos mesmo é a sensação de felicidade proporcionada por essas  coisas e por pessoas. Pois, caros leitores, eu proponho que cada um, no seu cantinho, faça sua lista. Mas não de coisas que você quer que aconteçam ou que queira comprar. Descreva em sua lista  pequenos rituais, com os quais você vai se comprometer com si mesmo a fazer todos os dias, semanas ou meses, para que 2018 seja muito bom, independente do emprego perfeito, do prêmio da loteria e daquele amor de final feliz.

Então, água te re-energiza? Que tal se comprometer a um mergulho no mar, ou um banho demorado cantando no chuveiro sem ninguém bater na porta para você sair? Uma vez por semana, tá bom? (além do banho normal diário, claro!). E o sol- também te energiza, mas você tem medo de câncer de pele? Que tal só aqueles 10 minutinhos diários, pelo menos para uma vitamina D básica e para lembrar que estamos todos girando em volta dele, que nos traz vida e energia? (favor não olhar diretamente para nosso Astro Rei também para não acabar seu ano cego).tarodaro_nine of pentacles

E os amigos? Quem te faz rir e te faz sentir bem? Que tal aquela caminhada lembrando os velhos tempos e dando risada? Um jogo de baralho, mímica, WAR, ou pôquer mesmo, com um grupinho pode ser incluído na agenda uma vez por mês? Com ou sem cervejinha (realidade real, não virtual)? E seu animal de estimação e suas plantas? Que tal dar atenção e carinho a estes  seres todos os dias? Sim, vão pensar que você é louco batendo papo com o cachorro e o gato, e ninguém vai ouvir a árvore gritar “me larga” quando você der aquele abraço apertado no seu tronco e sugar toda a energia da pobrezinha… Mas é muito boa esta interação com outros humanos e não-humanos.

E música, você inclui na sua vida? Desenhos, arte, esportes, endorfina? Cursos de tudo, Ikebana, tarô e judô? Sim! Force-se a colocar estes pequenos rituais de felicidade nos seus dias. No final, o mais importante, é o ritual de se conectar com Deus, de sentir sua proteção e amor e de agradecer. Esse último ritual traz uma sensação de bem estar como nada igual!

 

O que realmente importa

O livre arbítrio pode acabar sendo uma faca de dois gumes. Por quê? Porque ter várias opções pode ser confuso.

tarodaro_ 4 of cupsO livre arbítrio pode acabar sendo uma faca de dois gumes. Por quê? Porque ter várias opções pode ser confuso. Ofertas de trabalho, pretendentes, apartamentos para morar, tratamentos de saúde diferentes… Quando mais de uma alternativa aparece, é claro que você pode perguntar para o tarô qual a melhor escolha, mas é preciso que você também faça sua pesquisa, a listinha das vantagens e desvantagens de uma decisão. Isso é o que dá mais trabalho, porque depende do quanto você se conhece a fundo para saber o que realmente vai te fazer feliz. A responsabilidade é sua.

Um bom exemplo é a procura de um novo lugar para morar. As pessoas querem ter certeza de que vai dar certo, porque uma mudança dá muito trabalho e você não quer descobrir depois que não fez a escolha certa.

tarodaro_ 7 of cupsUma cliente ligou e perguntou se deveria se mudar. Surgiu uma oportunidade de morar em frente a sua irmã. As duas se davam muitíssimo bem, se adoravam. A irmã era casada com filhos pequenos e já vivia na área há muito tempo. A cliente tinha uma bebê, queria ter mais filhos e seu marido às vezes viajava, e ela ficava um pouco isolada porque sua casa estava afastada. O aluguel no novo lugar era um pouco mais caro.

Quando me contou todos esses detalhes, eu disse que não havia necessidade dela perguntar nada ao tarô. Tinha que falar direto com seu marido para saber se ele se incomodava em dirigir para o trabalho daquele novo lugar e se poderiam pagar um pouco mais pelo aluguel. Ela queria ter mais filhos – o apoio da família seria importante e a qualidade de vida no novo lugar, bem melhor.

Agora, depois de meses da mudança, ela está muito mais feliz e confessou que o custo do aluguel, comparado ao outro apartamento, acabou sendo igual, porque o novo apartamento oferece várias amenidades que no outro tinham que pagar por fora. A bebê tem contato constante com os primos e ela e a irmã fazem várias atividades juntas.

Outra cliente, naquela fase chata de ter que visitar vários apartamentos para achar um que gosta (e só encontrar um monte de lixo), disse que visitou um que finalmente amou. Era exatamente o que desejava. E quis consultar o tarô. Eu disse: “mas se é o que você quer, para que vai perguntar para o tarô?”. “Só para ter certeza.”

O tarô disse que alguma coisa não estava clara, que depois ela ficaria frustrada com a escolha. “Mas alguma coisa o quê?” perguntou, e pediu para tirar as cartas de novo. Novamente o tarô disse que a negociação lhe traria alguma desvantagem, como se ela não soubesse de algo antes e que depois descobriria… tipo infiltração, barulho insuportável na rua, vizinhos com problemas…

tarodaro_ 3 of wands“Dá para perguntar exatamente para o tarô o que é, se é barulho? Nem me importo com barulho.” “Não, você investigar, ir perguntar para o porteiro algumas coisas, tentar falar com alguém que mora no prédio e chamar uma pessoa de confiança para ver o apê com você para te ajudar a analisar”… o famoso “dever de casa”. Agora ela está frustrada porque queria que o tarô respondesse que tudo ia ser maravilhoso e ficou com a pulga atrás da orelha.

Conselho: use o tarô e afins para te ajudar, mas saiba que existem situações nas quais o bom senso vale mais. Faça sua pesquisa, pense com calma e reze para ter clareza.

Só você mesmo sabe o que realmente importa para te fazer feliz.

Mesmice

Como poderíamos mesmice? Porque você acha que nada acontece na sua vida?

Como poderíamos definir os períodos de mesmice? Alguns clientes procuram o tarô para saber quando algum evento significativo vai acontecer para “salvá-los” de um tédio, no qual parece que nada interessante acontece na vida. O tarô possui cartas específicas que mostram esses casos: A Sacerdotisa, o Ermitão, o Pendurado e a Temperança – cada um com um propósito diferente.tarodaro- sacerdotisa

A Sacerdotisa vai fazer com que sua situação demore a ser resolvida porque é necessário refletir, analisar a situação com detalhes, ter calma e saber a hora certa de tomar iniciativa. O problema é quando, em vez de só refletir, ficamos remoendo a situação, tentamos controlar cada aspecto do todo, somos perfeccionistas e não damos o próximo passo: agir, desenvolver o projeto, ir para frente.

No caso do Ermitão, a demora pode vir de uma necessidade de primeiro se centrar, pensar melhor no futuro sem interferência dos outros, para só depois tomar uma decisão. Você procura a resposta sozinho. Pode representar também os “passos de formiguinha” ou uma burocracia. A realização está acontecendo, mas não na velocidade em que gostaríamos. Temos que ser pacientes, manter o foco, porque é necessário ter sabedoria para lidar com a situação.Tarodaro- hangman

O Pendurado requer mais do que paciência, pois a pessoa vai ter que aguentar um período mais pesado, difícil, de sacrifício ou maturidade. Muitas vezes esperamos que algo aconteça, mas estamos presos a algo que não faz mais sentido, não “largamos o osso”. Esse sofrimento pode ser causado por uma situação externa ou por estarmos presos a uma ideia que não bate com a realidade. Em algum momento, temos que dar um basta. Por exemplo, seu parceiro terminou o relacionamento com você. Você fica arrasada por meses. Mas uma hora, vai ter que pegar as rédeas, levantar a cabeça e ir para frente, em vez de ficar esperando que ele volte. Ou, como na morte, você tem o período de luto, mas depois a vida segue.

A Temperança faz você ficar na mesma situação porque diz que tudo acontece na hora certa, no tempo divino. Então a solução é esperar mesmo. Por exemplo, você está num trabalho que perdeu o dinamismo e queria lidar com mais desafios. Mas tem que esperar as oportunidades se abrirem.

Existem mil outras combinações de cartas que podem apresentar essas questões, mas e você? Porque acha que nada acontece? Será que está esperando que caia uma solução do céu e não está tomando nenhuma iniciativa para mudar a sua vida? Será que tem que ter paciência nesse momento, porque seu problema está fora do seu controle? Ou será que está ansioso demais para que tudo ande rápido?

A resposta é sempre a mesma: tenha fé no mundo espiritual, nas melhoras da vida, nos ciclos positivos, mas faça seu dever de casa, se é que tem algo a fazer. A verdade é que todo mundo reclama quando tá tudo muito calmo, mas, de uma hora para outra, tudo se abre de uma vez, e aí você reclama que não tem tempo para ler um livro, caminhar na praia, dormir. Então, conselho de taróloga: aproveita sua mesmice enquanto pode!

tarodaro- mesmice

Ética de Tarô

Quanto à ética no tarô, se a questão envolve suas decisões, sua vida, porque não perguntar? Então você tem que pedir permissão para seu parceiro se pode checar com o tarô se ele tem uma amante?

Um amigo me contou que usava o tarô para checar candidatos a vagas de emprego, para ter uma noção se seriam uma boa aquisição para a sua empresa ou não. Então, uma candidata fez uma entrevista, gostaram dela, mas estavam esperando sua resposta. Ao checar com o tarô, ele viu que a moça esperava mais do trabalho. Ela era muito qualificada – apesar de ter falado na entrevista que queria o emprego, logo se entediaria com o trabalho em si e procuraria novas oportunidades.

Etica no Taro - Seven of Swords

Ao comentar esse episódio com um grupo de conhecidos, todos questionaram sua ética, reprovando o fato de que ele usara o tarô para checar a candidata. Mas que falta de ética é essa? Ele não julgou a candidata antes, fizeram-lhe uma oferta, mas ele usou o tarô para entender melhor como lidar com ela. E no final, quando ela voltou para outra entrevista, acabou recusando a oferta, confessando exatamente o que o tarô previra: que procurava uma opção mais desafiadora de acordo com suas qualificações.

Quanto à ética no tarô, se a questão envolve suas decisões, sua vida, por que não perguntar? Então você tem que pedir permissão para seu parceiro se pode checar com o tarô se ele tem uma amante? Tem que pedir permissão para o chefe para ver se ele vai te demitir? Por favor! Não sejamos hipócritas.

Numa consulta de tarô, você quer saber da sua vida, dos seus problemas. Se perder esse tempo para querer saber sobre outros que não têm nada a ver com a sua vida, na verdade está perdendo uma oportunidade de receber conselhos para abrir seus próprios caminhos. Mas se a questão envolve sim, o outro, e você quer saber como lidar com isso, vale perguntar. E mais: vale sair da consulta e não contar nada para ninguém do que o tarô disse. Basta esperar para ver os acontecimentos se aflorarem.Etica no Taro - Devil

O que se deve condenar, na verdade, é um mundo em que a falta de ética e a corrupção, infelizmente, se derivam da falta de valores mais humanos e de amor ao próximo. Uma mera consulta a um oráculo, para ser mais feliz e até mesmo para poder ajudar os outros, não vai te levar para o Inferno!

O Louco no tarô e o telefonema

A carta do Louco representa isso mesmo no tarô: esse risco de tentar algo novo, de se aventurar, de acreditar em novos caminhos. E quando um ciclo acaba, é natural que este seja o próximo estágio, de estar aberto para o novo e deixar a vida mostrar o caminho.

Há alguns anos, uma conhecida tinha terminado um relacionamento de quase dez anos. Estava se sentindo totalmente sem direção. Um dia resolveu andar na praia, pensar na vida, e pediu a Deus que lhe abrisse as portas. Enquanto rezava, resolveu que, naquele dia, iria prestar atenção à cada sinal que pudesse significar uma nova direção. Saiu da praia, andou pelas ruas da redondeza e viu o anúncio de um curso. Entendeu que, de alguma forma, aquele era um sinal.Tarodaro-Louco

Aquela simples ação desencadeou uma vida completamente nova: se inscreveu no curso, se interessou pelos serviços daquela organização, fez novos amigos e lá conheceu um homem, com quem se casou e teve dois filhos.

A carta do Louco representa isso mesmo no tarô: esse risco de tentar algo novo, de se aventurar, de acreditar em novos caminhos. E quando um ciclo acaba, é natural que este seja o próximo estágio, de estar aberto para o novo e deixar a vida mostrar o caminho.

Lembrei dessa amiga na semana passada, porque saí para comprar um tarô novo e, sem me programar, fui parar justamente numa palestra que tem a ver com este assunto: como se “reinventar”. A palestra era na loja esotérica e, quando fui dar uma espiada, uma mulher me chamou para assistí-la. Mesmo sem saber sobre o assunto da palestra, entrei, meio sem graça.

roda da fortuna_tarodaroUm ponto que me chamou a atenção foi que a palestrante contou que algumas vezes, quando não sabia que rumo tomar na vida, também fazia um tipo de “acordo com Deus”, mais ou menos assim: “Se eu ligar para esse contato que mora em outra cidade, e ele me der um emprego, é um sinal: tenho que mudar de cidade.” Ligou, não conseguiu diretamente o emprego, mas sim a dica de outra pessoa que precisava justamente de seus serviços. Resumindo: ela conseguiu o emprego e, como prometido para Deus, mudou de cidade. Assim, começou uma vida totalmente nova, e por meio deste novo emprego conheceu um homem com quem se relacionou por mais de uma década. Coincidência? Não! Era o sinal.

A vida pode nos surpreender com um caminho totalmente novo, basta estarmos abertos para isso. Como disse a palestrante: “Às vezes um telefonema já basta para mudar toda a vida!”telefone_tarodaro

Medo de tomar decisões: a visão do Tarô

Você está se sentindo com medo dar um passo a frente? Não sabe nem por onde começar? Está se sentindo perdido? A carta VIII de Espadas mostra esta indecisão. Como preceder então?

Para muitas pessoas as cartas do tarô parecem um grande mistério, uma confusão de símbolos que a “bruxa” na sua frente consegue desvendar. Não é verdade. Da mesma forma que a mitologia grega ajuda psicólogos a decifrar a personalidade de uma pessoa baseado no arquétipo que ela projeta, o tarô também trabalha com símbolos que expressam personalidades, ações e maneiras de ver o mundo.

Os arcanos seguem uma ordem lógica de evolução da vida, por exemplo, no caso da realização de um negócio: o Mago (carta I) tem uma grande idéia e quer dar iniciativa ao projeto, a Sacerdotisa (carta II) vai analisar esta idéia, vai fazer o “business plan”, a Imperatriz (carta III) vai desenvolver o projeto, vai ser a “project manager” e o Imperador (carta IV) vai concretizar o projeto, vai ver os resultados. Viu como faz sentido?

Tarot _8 of Swords

Os arcanos menores são ainda mais detalhados e podem mostrar o modo como as pessoas reagem e as coisas são feitas. Seguindo o exemplo anterior, você pode ter uma grande idéia, mas pode estar com medo de dar início ao projeto, não saber nem por onde começar, estar se sentindo perdido. A carta VIII de Espadas mostra este impedimento, esta indecisão.

A carta seguinte, que seria a tendência do que pode acontecer se você não fizer absolutamente nada e continuar agoniado e com medo de dar um passo a sua frente, é o IX de Espadas, que aponta uma preocupação muito grande, que pode tirar seu sono à noite. Em outras palavras, suas indecisões vão continuar fazendo você sofrer. E a maior explicação disso é que no seu inconsciente você sabe que ficar parado no mesmo lugar, sofrendo e remoendo as coisas não vai te levar à lugar nenhum.

Então o próximo arcano, o X de Espadas, vai mostrar esse caminho, significando que, por prior que possa parecer, talvez o melhor a fazer é a dar fim à uma situação, por mais doloroso que seja.tarot swords-9-10

Essa sequência se parece muito com a lição das cartas da Morte e da Torre, mas no caso da Morte, não falamos de medos nem indecisões, só que é melhor fazer uma mudança do que deixar que a mudança venha de surpresa sem que você tenha o controle da situação. A mudança da Morte pode ser positiva e sem sofrimento se for você quem quer que isso aconteça.

Aqui, no caso da sequência do VIII ao X de Espadas, dos arcanos menores, tudo é muito sofrido, essas cartas expressam muito medo e indecisão, mas no fundo é preciso reconhecer o final de um ciclo de vida e confiar que a vida vai abrir outro caminho.

Como diz o ditado… “Melhor um fim horroroso que um horror sem fim!”

Tarô-Coach

O tarô também pode ser um método bem eficaz para combinar seus planos com o momento.

tarot coach.jpgTer um coach virou moda ultimamente. Confesso que acho extremamente útil ter um profissional que te ajuda a listar seus objetivos de vida e carreira, por num papel e dar um prazo para conseguir tudo isso, de acordo com metas e um planejamento realista. Se deixar só pela vida, coisas que queremos conquistar podem até aparecer no nosso caminho, mas não necessariamente do jeito ou no tempo que queremos. Isto significa arregaçar as mangas e correr atrás do que se quer: ação ao invés de reação.

tarot- seven of pentacles.jpg

Essa parte dos planos entendo como livre-arbítrio. Mas não necessariamente seu destino te obedece. Se fosse assim, não existiriam os imprevistos, os fracassos. Uma boa analogia seria você ter um agronegócio, planejar tudinho para colher a soja na época certa. Mas e o tempo? O El-Niño? Uma geada? Você sabia que existem alguns vinhedos famosos na França que se utilizam da astrologia para planejar a colheita de acordo com os astros? Pois é, combinar seus planos com os planos divinos pode parecer uma estratégia ainda mais eficaz.

Você continua seguindo seus planos para conquistar suas metas, continua se consultando com seu coach ou mentor, só que agora vai combinar tudo isso com os períodos certos para não nadar contra a maré. Mais ou menos assim: seu plano é ser modelo de biquíni e ficar bronzeada naturalmente. Você pode conquistar seu objetivo mais rápido na temporada de inverno/chuva ou no verão?

Da mesma forma que você pode alinhar seus objetivos com as previsões astrológicas ou numerológicas, o tarô também pode ser um método bem eficaz para combinar seus planos com o momento. Neste caso, a Mandala Astrológica é um jogo de tarô que vai analisar todas as áreas da sua vida num período determinado de tempo. Se, por exemplo, você quer fazer uma longa viagem, mas o tarô indica que para aquele momento o melhor é trabalhar duro porque muitas oportunidades virão para ganhar dinheiro e para sua carreira decolar, melhor postergar o passeio para aproveitar o momento de colheita.tarot planning

Aí sim, você volta para seu coach e põe o pé no acelerador profissional, para aproveitar as portas abertas daquele período para ganhar dinheiro.  Porque também não adianta o divino mostrar um bom período de ganhos e você não fazer seu dever de casa para conseguir chegar lá.

Isso é o que eu chamo de “parceria com Deus”!

Então: aniversário, volta às aulas, ano novo… vamos lá!

Mãos à obra, estou às ordens!