O Louco no tarô e o telefonema

A carta do Louco representa isso mesmo no tarô: esse risco de tentar algo novo, de se aventurar, de acreditar em novos caminhos. E quando um ciclo acaba, é natural que este seja o próximo estágio, de estar aberto para o novo e deixar a vida mostrar o caminho.

Há alguns anos, uma conhecida tinha terminado um relacionamento de quase dez anos. Estava se sentindo totalmente sem direção. Um dia resolveu andar na praia, pensar na vida, e pediu a Deus que lhe abrisse as portas. Enquanto rezava, resolveu que, naquele dia, iria prestar atenção à cada sinal que pudesse significar uma nova direção. Saiu da praia, andou pelas ruas da redondeza e viu o anúncio de um curso. Entendeu que, de alguma forma, aquele era um sinal.Tarodaro-Louco

Aquela simples ação desencadeou uma vida completamente nova: se inscreveu no curso, se interessou pelos serviços daquela organização, fez novos amigos e lá conheceu um homem, com quem se casou e teve dois filhos.

A carta do Louco representa isso mesmo no tarô: esse risco de tentar algo novo, de se aventurar, de acreditar em novos caminhos. E quando um ciclo acaba, é natural que este seja o próximo estágio, de estar aberto para o novo e deixar a vida mostrar o caminho.

Lembrei dessa amiga na semana passada, porque saí para comprar um tarô novo e, sem me programar, fui parar justamente numa palestra que tem a ver com este assunto: como se “reinventar”. A palestra era na loja esotérica e, quando fui dar uma espiada, uma mulher me chamou para assistí-la. Mesmo sem saber sobre o assunto da palestra, entrei, meio sem graça.

roda da fortuna_tarodaroUm ponto que me chamou a atenção foi que a palestrante contou que algumas vezes, quando não sabia que rumo tomar na vida, também fazia um tipo de “acordo com Deus”, mais ou menos assim: “Se eu ligar para esse contato que mora em outra cidade, e ele me der um emprego, é um sinal: tenho que mudar de cidade.” Ligou, não conseguiu diretamente o emprego, mas sim a dica de outra pessoa que precisava justamente de seus serviços. Resumindo: ela conseguiu o emprego e, como prometido para Deus, mudou de cidade. Assim, começou uma vida totalmente nova, e por meio deste novo emprego conheceu um homem com quem se relacionou por mais de uma década. Coincidência? Não! Era o sinal.

A vida pode nos surpreender com um caminho totalmente novo, basta estarmos abertos para isso. Como disse a palestrante: “Às vezes um telefonema já basta para mudar toda a vida!”telefone_tarodaro

De férias

Um assunto chave que discutimos foi a responsabilidade do tarólogo ao ler as cartas. Todo mundo tem um certo fascínio e ao mesmo tempo pavor de videntes que podem se encostar em você e sair falando da sua vida…

Saudades do meu blog… minha ausência virtual será devidamente compensada – prometo. Não estava de férias, mas no momento estou viajando, por isso tive a oportunidade de ver meus antigos colegas de classe de tarô. Quando nos vemos, temos longas conversas sobre as consultas, técnicas de leitura e eventuais experiências ao interpretar os jogos. E um assunto chave que discutimos foi a responsabilidade do tarólogo ao ler as cartas e passar as devidas informações.a-vidente-voce-acha-que-vai-melhorar

Todo mundo tem um certo fascínio e ao mesmo tempo pavor de videntes que podem se encostar em você e sair falando da sua vida, avisando que alguém da família vai morrer ou que “tem um homem/ mulher” na sua vida. Mesmo no caso de cartomantes e tarólogas, muitas também podem passar más notícias de coisas que ainda nem aconteceram, influenciando a vida da pessoa negativamente.

Ultimamente, tenho visto casos de pessoas que passaram por episódios como esses. Uma mulher de meia idade me contou que há trinta anos atrás, uma cartomante falou que ela tinha uma magia fazendo com que sua vida toda desse errado. Disse que até hoje pensa nisso.

vidente-loteria

Outra conhecida, me contou uma estória terrível de como foi a uma consulta de tarô, na qual a taróloga falou que ela estava num péssimo relacionamento, que ia se separar. Depois o namorado também se consultou com a mesma pessoa, que fez essa mesma previsão para ele. Resultado: isso influenciou negativamente o relacionamento, que se enfraqueceu, e eles acabaram se separando. Só tem um detalhe: se amavam, se davam super bem e sofreram demais com tudo isso. E no final, o que a mulher previu aconteceu com outros relacionamentos que tiveram ao longo da vida. Agora, uns vinte anos depois, ainda se gostam mas continuam separados. Ficaram com um gosto muito amargo dessa consulta.

Não estou dizendo que sempre que você vai a uma consulta tudo vai ser perfeito. Mas existem maneiras de passar as informações. Um vidente, tarólogo, cartomante, astrólogo e afins têm que ajudar a pessoa a tomar melhores decisões de acordo com as tendências e oportunidades que o jogo mostra. Essa é a responsabilidade a que me refiro. Ou, se o jogo está difícil, pelo menos preparar e acalmar a pessoa, porque tudo passa.sharman-caselli-02727 10 of cups.jpg

A vida passa por fases como as estações do ano. Talvez, até os seus vinte e poucos anos, tudo só tenha sido um belo verão (ameno, não de cinquenta graus!). Mas, chegar aos quarenta, cinquenta ou sessenta e poucos anos e ainda não ter passado por nenhum inverno é muito raro. Quase todo mundo já passou por alguma dificuldade.

Mas, se você NUNCA passou por nada disso, parabéns! Você é um dos poucos que vieram para a Terra de férias.

Aproveita!

Tarô, saúde e higiene

No último fim de semana, tive o prazer de ir a São Paulo para fazer um curso sobre tarô ligado à saúde e terapias. Na verdade, uma técnica na qual a própria mandala do tarô consegue identificar se a pessoa está com algum problema de saúde. Enfim, um curso sobre doenças.

No último fim de semana, tive o prazer de ir a São Paulo para fazer um curso sobre tarô ligado à saúde e terapias. Na verdade, uma técnica na qual a própria mandala do tarô consegue identificar se a pessoa está com algum problema de saúde. Enfim, um curso sobre doenças.Death

Interessante ver o grau de detalhes que o tarô pode dar. Por exemplo, pode identificar problemas no sistema endócrino, exatamente na glândula da tireóide, ou nos ossos, especificamente coluna cervical. Mas neste caso, é uma técnica precisa, que segue regras. Há graus de evolução de doenças, alertas para exames de check-up em uma certa área do corpo. Bem preciso. Mas como tarólogo não é médico e nem tem a audácia de se aventurar nisso, o ponto é dar um toque no cliente se o jogo mostrar alguma coisa esquisita e sugerir (ou até mesmo implorar) para que o consulente vá procurar um médico. Investigar a saúde é uma cereja no bolo da consulta.

Como a vida não é só feita de estudos e trabalho, aproveitei minha estada para ver amigos e parentes, além de curtir o lado cultural paulistano. Desta vez, me hospedei na casa de uns amigos de longa data, quase família. O marido da minha amiga, um executivo que volta e meia viaja pelo mundo, numa de suas viagens de Gulliver teve o prazer de conhecer o Japão. E voltou maravilhado, contando as novidades, como o caso da privada high-tech japonesa.

O que é essa privada high-tech? Ele nos explicou que você senta num tampo aquecido, faz o que deve ser feito, e no final, tem um painel na parede no qual você escolhe como se limpar: água morninha na frente ou atrás? Qual a intensidade do jato de água? E o ventinho no final para secar: tipo brisa ou furacão? Obviamente esse assunto rendeu muitas risadas, porque não conseguimos entender de jeito nenhum como é calculado o ângulo do jato, como isso não ocasiona um tsunami no banheiro, e mil outras perguntas técnicas, até mesmo uma questão estratégica sobre o novo papel do papel higiênico no Oriente.toilet

E o que que isso tem a ver com São Paulo? Ahh!!! Eu, minha amiga e seu filho fomos visitar uma nova atração que a famosa Avenida Paulista ganhou: a “Japan House” – um projeto global do governo japonês que funciona como um moderno centro cultural, promovendo a cultura japonesa. A visita foi maravilhosa: o prédio em si é um projeto arquitetônico lindo, havia exposição sobre a arte em bambu e ainda almoçamos no restaurante japonês e comemos uma típica receita japonesa (que não é sushi nem sashimi…é mais o arroz e feijão dos japoneses… leve e saudável).

E para coroar, no final da nossa visita, minha amiga disse que ia ao banheiro. Voltou com um sorrisão e um brilho nos olhos, e disse: “Rô! Você não vai acreditar o que tem lá dentro!”. E eu rapidamente entendi: “Sério? Não acredito! Fica aqui com a minha bolsa que agora é a minha vez!”. Que espetáculo! Tudo que o maridão dela disse era verdade. Podia ficar a tarde toda lá curtindo aquele acervo permanente, aquele spa inusitado.

Como diria meu primo poeta: a higiene japonesa “eclipsou” a saúde do tarô!

Quase Hogwarts

Quase é como eu gostaria de pensar… falta muito para minhas aulas de tarô virarem uma formação e graduação em magia como no Harry Potter. Eu amaria estar naquele lugar. Mas como aprendi a tirar tarô?

Quase é como eu gostaria de pensar… falta muito para minhas aulas de tarô virarem uma formação e graduação em magia como no Harry Potter. Eu amaria estar naquele lugar. Mas como aprendi a tirar tarô?The magician

Na minha família, temos uma tradição esotérica, que o segredo das cartas é passado de geração em geração. Minha avó era uma cartomante francesa famosa… Acho que não! Já contei para vocês, no primeiro artigo do blog, que minha mãe ficou meio apavorada quando, aos 16 anos, falei que tinha ido numa cartomante. E que depois, já conheci várias tarólogas, cada uma com um estilo diferente, e que sempre adorei esses assuntos esotéricos.

E por amar tanto isso, um belo dia, anos atrás, estava procurando alguma atividade para fazer de hobby, e achei umas aulas de tarô. Pensei: “Hmm, deve ser bem divertido.” Foi assim que fui parar numa sala, no fundo de uma grande loja de artigos e livros esotéricos, com mais umas vinte pessoas, esperando começar minha primeira aula.

O professor chegou, super simpático e carismático, e se apresentou. Um fofo. Depois pediu que cada um falasse um pouco de si, de alguma experiência sensitiva. Um homem disse que um dia, tocou num bilhete de sorteio que ia comprar, e o bilhete de papel esquentou na sua mão, quase queimando seus dedos. Ele teve certeza de que iria ganhar com aquele bilhete. E ganhou. Uma mulher disse que tinha premonições. Outra, que já jogava cartas ciganas. Alguns estavam lá só de curiosidade. Uma moça disse que conseguia conversar com bichos (eu também falo com meu Shitzu o dia todo, mas ela ouve e entende o que eles falam… mesmo! tipo o Eddie Murphy, em “Dr. Dolittle”). Achei incrível que naquela sala estavam reunidas tantas pessoas com esse tipo de experiência.

Toda semana voltávamos animados, para mais uma aula. Chegamos ao ponto em que fazíamos a parte prática, de pequenos jogos de interpretação do tarô, às vezes em duplas, às vezes uma pessoa tinha uma pergunta e todos davam palpite no jogo.

Na última aula, um dos alunos perguntou ao tarô: “Será que vamos continuar nos vendo como amigos depois que essa aula terminar?”. A resposta do tarô foi bem direta: “Depende de vocês.” A partir daí, ele mesmo tomou a iniciativa de coletar nomes, telefones e emails e organizar encontros semanais sempre na casa de alguém.

Treinávamos os jogos, discutíamos assuntos esotéricos e sempre tinha um “convidado especial” que participava do nosso encontro para que tirássemos as cartas e ajudássemos a pessoa com o tarô respondendo sobre algum problema.

8 of pentaclesA cada encontro também compartilhávamos dúvidas, problemas, confidências dos nossos mundinhos reais, que naquele ambiente eram expostas com segurança, como que para um grupo de terapeutas. E disso resultaram bons amigos. Mantivemos contato até hoje. Volta e meia faço outros cursos, com técnicas especiais de leitura de tarô, e conheço outras pessoas interessantes.4 wands

E agora que você já sabe como tudo começou para mim, em relação ao tarô, pergunto para você: o que te encanta? o que você sempre quis aprender e nunca começou? Aula de culinária para cachorros? Canto dos golfinhos? Pintura de tetos? Como criar videogames que gastem calorias?

Então, vai lá, dá uma pesquisada e ache alguma coisa que te faça feliz. Comece o curso o mais rápido possível. Faça novos amigos. Sua tribo. E quem sabe, daqui a algum tempo você também vai estar contando sobre seu “Quase Troigros”, “Quase Picasso”, “Quase Isadora Duncan”.

As estrelas de Lala Land

Nesta última temporada dos Oscars, muito se falou de Lala Land, um filme no estilo musical em que o mocinho e a mocinha se encontram e dançam num cenário de estrelas. Para quem não sabe, aquele encontro se deu no famoso Griffith Observatory, o planetário e um dos lugares mais charmosos de Los Angeles, de onde se vê toda cidade e suas luzes.

Nessa última temporada do Oscar, muito se falou de Lala Land, um filme no estilo musical em que o mocinho e a mocinha se encontram e dançam num cenário de estrelas. Lala Poster
Para quem não sabe, aquele encontro se deu no famoso Griffith Observatory, o planetário e um dos lugares mais charmosos de Los Angeles, de onde se vê toda cidade e suas luzes.

E para esotéricos, nerds e fãs dos mistérios do universo, astronomia, astrologia, tarô e tudo mágico, recomendo que quando tiverem a oportunidade de visitar LA, não deixem de ir ao Griffith, que além da belíssima visita da parte interior e exterior do edifício, também tem outras atrações como o telescópio (de onde vi Saturno pela primeira vez) e a imperdível projeção no teto (a cadeira quase deita) do filme do planetário chamado “Centered in the Universe”.

teto

Outra coisa sensacional que muitos não têm ideia, é que o Griffith promove o que chamam de “Star Parties” (Festas das Estrelas). Uma vez por mês, vários astrônomos amadores conhecedores do céu trazem seus telescópios para os jardins do Griffith (com a ajuda de voluntários da Los Angeles Astronomical Society) para conversar e mostrar ao público em geral o Sol, a Lua, planetas visíveis e outros objetos.Griffith a noite

A Los Angeles Astronomical Society também promove outras “Star Parties” fora do Griffith, e foi numa dessas que tive a sorte de participar. Eu e um grupo interessado em passeios (umas 30 pessoas) viajamos para o parque nacional Mount Pinos, a aproximadamente 2 horas de distância de Los Angeles. Chegamos ao local onde seria o encontro dos astrônomos, fizemos um piquenique e depois uma caminhada.

2011-07-30 19.11.58caminhada2

Ao voltar ao local do piquenique, os astrônomos já estavam instalados com seus mega telescópios. Uma mulher tinha um “catálogo do céu” e à medida que as horas da noite se passavam, ensinava: “Agora Júpiter já está visível… agora vocês também podem checar a estrela XYZ…”. Nunca vi um céu tão limpo e tantas estrelas na vida como naquela noite. Ficamos por lá até quase 4 horas da manhã e voltamos para a cidade.

med_gallery_215649_4751_1583336

E depois de mostrar as fotos e contar essa experiência maravilhosa a um amigo, ele só me olhou e disse: “Vem cá, mas nesses passeios não tem namoro não??”. “Acho que sim”, respondi meio sem graça com a falta de interesse dele e minha ingenuidade. Até notei que uns dois casais se auto-abduziram por algumas horas. Fiz também alguns novos amigos que renderam bons jantares e outros passeios. Mas naquela noite eu só tinha olhos mesmo para as estrelas de LaLa Land!

ceu de estrelas

* As 3 últimas fotos, inclusive a do céu estrelado, foram tiradas durante este passeio.

Questão de Concurseiro: a probabilidade do Tarô

Em homenagem aos meus amigos concurseiros, aqui vai a seguinte questão: “O tarô é um oráculo antigo representado por 78 cartas. Num jogo de Mandala Astrológica, qual a probabilidade de um jogo se repetir?”

Em homenagem aos meus amigos concurseiros, aqui vai a seguinte questão:

O tarô é um oráculo antigo representado por 78 cartas, divididas em 2 grupos: 22 arcanos maiores (principais), que mostram o potencial generalizado de uma situação, e 56 arcanos menores (auxiliares) que projetam a forma na qual a situação se realizará. Num jogo de Mandala Astrológica, 12 posições representam as casas astrológicas e uma resume o momento do consulente. Em cada uma dessas 13 posições do jogo, uma carta do arcano maior é combinada com uma carta do arcano menor para ilustrar o que está acontecendo ou acontecerá em cada uma dessas áreas da vida do consulente. Qual a probabilidade de um jogo se repetir?mandala_astrologica_taro (1)

a) Não vou perder meu tempo com essa conta grande

b) Deixa a taróloga se virar na resposta

c) Mais fácil ganhar na Mega-Sena

d) Se Deus quiser, as cartas vão se repetir porque é uma questão de energia

e) Todas as respostas acima

Mandala jogo ro

Gabarito:

a) Sim, não perca seu precioso tempo com essa conta, porque não acredito que vá cair na sua prova, a não ser que algum professor de raciocínio lógico de alguma banca siga meu blog e goste dessa questão… Então melhor você investir seu tempo numa consulta comigo para vermos como planejar melhor sua vida para os próximos meses e concursos!

b) Esbocei uma conta, desta vez não num guardanapo de bar depois de 2 chops… E aqui vai um pouco dessa conta maluca:

Casa 1: você tem que escolher 1 das 22 cartas do arcano maior, combinada com a escolha de 1 das 56 cartas do arcano menor = 22 x 56 = 1.232 possibilidades

Casa 2: como você já tirou uma carta de cada arcano, sobram 21 do arcano maior e 55 do arcano menor: 21 x 55 = 1.155 possibilidades de combinação

Casa 3: seguindo o mesmo raciocínio: 20 x 54 = 1.080

Casa 4: 19 x 53 =1.007

Casa 5: 18 x 52 = 936

Casa 6: 17 x 51 = 867

Casa 7: 16 x 50 = 800

Casa 8: 15 x 49 = 735

Casa 9: 14 x 48 = 672

Casa 10: 13 x 47 = 611

Casa 11: 12 x 46 =552

Casa 12: 11 x 45 = 495

Momento do Consulente (13a. posição): 10 x 44 =440

Considerando que todas as casas estão interligadas para mostrar a vida do consulente, temos: 1.232 x 1.155 x 1.080 x 1.007 x 936 x 867 x 800 x 735 x 672 x 611 x 552 x 495 x 440 = 36.452.358 x 1030, logo, a probabilidade de um jogo se repetir é menor que 1 em mais de 1 trilhão!

c) Sim, é mais fácil ganhar na Mega-Sena do que repetir uma mandala de tarô, porque a probabilidade de ganhar na Mega-Sena é de 1 em aproximadamente 50 milhões*

d) Sim, porque o que faz com que uma pessoa escolha cartas de tarô e na maioria das vezes elas reflitam magicamente o que está acontecendo na vida do consulente? Você pode alegar que é uma questão de psicologia, que a taróloga conhece a consulente e adapta as cartas ao que já sabe. Ou se não conhece a consulente, que a taróloga influencia na resposta ou no futuro da consulente.

Mas como explicar, como no caso de uma cliente minha, que o tarô disse que ela ia ganhar uma bolada de dinheiro do nada, e um ano depois ela voltou para fazer uma consulta e me disse que um familiar tinha morrido e deixado um seguro de vida com uma quantia bem gorda para ela?

Eu só interpreto as cartas, mas quem na verdade as escolhe e as coloca na ordem? O acaso?? Depois de tantas consultas, não acredito. Então, com toda improbabilidade de um jogo se repetir, como estamos falando de “forças/ energias ocultas” que provavelmente escolhem as cartas e posições, se Deus quiser, as cartas poderão se repetir porque é uma questão de energia!

e) Todas as respostas acima – sim!!! e eis aqui nosso gabarito!

Resposta: letra e.

*Explicação da Mega-Sena: Em uma cartela com 60 números, numa aposta simples, você tem que escolher 6, e depois são sorteados 6 números. Ganha aquela pessoa que acertar esses 6 números. No globo com as bolas do sorteio, existem 60 bolas. Quando o primeiro número for sorteado, a primeira bola é retirada e sobram 59 bolas. Tanto faz a ordem dos números sorteados. Desses 60 números, 6 são favoráveis: 60/6. No sorteio do segundo número, sobram 59 bolas para serem sorteadas, e agora sobram 5 números favoráveis: 59/5. O mesmo raciocínio segue para a terceira bola, como duas já foram sorteadas, só 4 serão interessantes: 58/4. Seguindo o mesmo raciocínio: 57/3, 56/2, 55/1. Multiplicando tudo: 60/6 x 59/5 x 58/4 x 57/3 x 56/2 x 55/1 =36.045.979.200/ 720 = 50.063.860. Ou seja, quando você faz uma aposta simples, a sua chance de ganhar é de 1 em aproximadamente 50 milhões.

Tarô politicamente incorreto

Teoricamente, o tarô é um oráculo pessoal. Mas depois da sua consulta, bate aquela curiosidade: quem vai ganhar as eleições?

Teoricamente, o tarô é um oráculo pessoal. Mas depois da sua consulta, bate aquela curiosidade: quem vai ganhar as eleições?

Em setembro de 2014, quando Dilma Rousseff concorria para seu segundo mandato presidencial, uma cliente pediu para ver se ela ganharia as eleições. Fiquei meio sem graça, disse que nunca tinha usado o tarô para este tipo de pergunta, mas ela insistiu e abri o jogo. Mostrava que Dilma estava perdendo feio, mas que, bem no finalzinho, dava uma reviravolta e ganhava. Dito e feito. Dilma foi eleita presidente.medieval-scapini-deck-the-empress

Em outubro de 2016, outra cliente, em Nova Iorque, depois de sua consulta (sim, tarô funciona por Skype!), preocupada com as eleições americanas, pediu para ver se a Hillary seria eleita. Ela, uma democrata de carteirinha, ficou super feliz quando a resposta foi um belo SIM. Resolveu cutucar o tarô ainda mais, e pediu: “Agora checa o Trump.”

O resultado foi super positivo, e eu, confusa, jamais imaginando que realmente os dois poderiam ganhar as eleições, tentei interpretar o que para mim era um certo absurdo “Está muito bom para o Trump também. Só consigo imaginar que, como ele trabalha com entretenimento e reality shows, vai tirar alguma vantagem da corrida presidencial e se promover, ganhar um bom dinheiro, sei lá…”

E o que aprendemos com estas duas situações?

Primeiro, quanto aos EUA, o erro foi a falta de precisão da pergunta, que deveria ter sido: “A Hillary será a próxima presidente?”, ou: “O Trump será o próximo presidente?”. Desta forma, mesmo com a Hillary ganhando o voto popular e o Trump ganhando pelo Colégio Eleitoral, o tarô poderia dar a resposta certa. Perguntas abertas levam a respostas imprecisas.

Mas, e no caso da Dilma, que a pergunta foi precisa?

Nem sempre saber o futuro próximo significa ter a chave de todo futuro. Dilma foi reeleita no final de Outubro de 2014, mas, em um pouco mais de um ano e meio, no final de Agosto de 2016, o Senado aprovou seu impeachment.

medieval-scapini-deck-the-emperorResumindo: não adianta querer ter a chave de tudo. O tarô dá uma luz. Mas quando o futuro é oculto e você não tem permissão para saber o que realmente vai acontecer, não importa a resposta, pois num instante tudo pode mudar.

E então você insiste: o que vai acontecer com esse governo do Trump?

O futuro a Deus pertence!