Mesmice

Como poderíamos mesmice? Porque você acha que nada acontece na sua vida?

Como poderíamos definir os períodos de mesmice? Alguns clientes procuram o tarô para saber quando algum evento significativo vai acontecer para “salvá-los” de um tédio, no qual parece que nada interessante acontece na vida. O tarô possui cartas específicas que mostram esses casos: A Sacerdotisa, o Ermitão, o Pendurado e a Temperança – cada um com um propósito diferente.tarodaro- sacerdotisa

A Sacerdotisa vai fazer com que sua situação demore a ser resolvida porque é necessário refletir, analisar a situação com detalhes, ter calma e saber a hora certa de tomar iniciativa. O problema é quando, em vez de só refletir, ficamos remoendo a situação, tentamos controlar cada aspecto do todo, somos perfeccionistas e não damos o próximo passo: agir, desenvolver o projeto, ir para frente.

No caso do Ermitão, a demora pode vir de uma necessidade de primeiro se centrar, pensar melhor no futuro sem interferência dos outros, para só depois tomar uma decisão. Você procura a resposta sozinho. Pode representar também os “passos de formiguinha” ou uma burocracia. A realização está acontecendo, mas não na velocidade em que gostaríamos. Temos que ser pacientes, manter o foco, porque é necessário ter sabedoria para lidar com a situação.Tarodaro- hangman

O Pendurado requer mais do que paciência, pois a pessoa vai ter que aguentar um período mais pesado, difícil, de sacrifício ou maturidade. Muitas vezes esperamos que algo aconteça, mas estamos presos a algo que não faz mais sentido, não “largamos o osso”. Esse sofrimento pode ser causado por uma situação externa ou por estarmos presos a uma ideia que não bate com a realidade. Em algum momento, temos que dar um basta. Por exemplo, seu parceiro terminou o relacionamento com você. Você fica arrasada por meses. Mas uma hora, vai ter que pegar as rédeas, levantar a cabeça e ir para frente, em vez de ficar esperando que ele volte. Ou, como na morte, você tem o período de luto, mas depois a vida segue.

A Temperança faz você ficar na mesma situação porque diz que tudo acontece na hora certa, no tempo divino. Então a solução é esperar mesmo. Por exemplo, você está num trabalho que perdeu o dinamismo e queria lidar com mais desafios. Mas tem que esperar as oportunidades se abrirem.

Existem mil outras combinações de cartas que podem apresentar essas questões, mas e você? Porque acha que nada acontece? Será que está esperando que caia uma solução do céu e não está tomando nenhuma iniciativa para mudar a sua vida? Será que tem que ter paciência nesse momento, porque seu problema está fora do seu controle? Ou será que está ansioso demais para que tudo ande rápido?

A resposta é sempre a mesma: tenha fé no mundo espiritual, nas melhoras da vida, nos ciclos positivos, mas faça seu dever de casa, se é que tem algo a fazer. A verdade é que todo mundo reclama quando tá tudo muito calmo, mas, de uma hora para outra, tudo se abre de uma vez, e aí você reclama que não tem tempo para ler um livro, caminhar na praia, dormir. Então, conselho de taróloga: aproveita sua mesmice enquanto pode!

tarodaro- mesmice

Beleza & Paciência

Quando alguém te conta que está passando por uma fase muito dura e confessa que já pensou em se matar…Infelizmente mais de uma pessoa me fez esse comentário nos últimos tempos. Uma estava numa situação totalmente controlável e reversível. Outra, o inverso, não podia fazer nada sobre o assunto.

Pegando carona no assunto da semana passada sobre as formas de abordagem e a responsabilidade que terapeutas alternativos devem ter em falar com as pessoas sobre suas vidas, uma amiga leu o artigo e contou a seguinte estória:

“Uma vez eu estava tentando marcar, pelo telefone, um horário com uma astróloga e ela me perguntou:

– “Qual o seu signo e seu ascendente?”

– “Capricórnio com ascendente em Peixes.”

– “Tendência suicida!” ela disse, na lata!

“Bom, se tivesse acertado, dali mesmo me jogava pela janela! Ainda bem que ela errou.”.

10 wands

Obviamente morri de rir com essa, mas o assunto suicídio é MUITO sério. E fica mais sério ainda quando alguém te conta que está passando por uma fase muito dura e confessa que já pensou em se matar. Infelizmente mais de uma pessoa me fez esse comentário nos últimos tempos. Uma estava numa situação totalmente controlável e reversível. Outra, o inverso, não podia fazer nada sobre o assunto.

Esse tipo de vontade de se matar de que estou falando não é problema de desequilíbrio de serotonina ou alguma função do cérebro que pode ser controlada por remédios somente. Remédios são úteis sim, mas a vida faz a gente tomar tombos inesperados, então nem sempre remédio é a única solução. Pode ajudar um pouco, mas como o problema não é físico, no final o negócio é encarar a situação de frente. Mas de onde pegar forças para isso?

Pois eu não tenho dúvidas de que Deus está acima de tudo e de todos. Lembrar que Deus ajuda já é um grande passo. O próximo passo é PEDIR essa ajuda. Tanto é, que a própria filosofia dos “12 passos” (usada para os Alcoólatras Anônimos e outros grupos que cuidam de vícios afins) tem como prioridade entender que não dá para a pessoa resolver tudo sozinha e que ela deve ter apoio terapêutico + de família e amigos + pedir ajuda para Deus e rezar.

strenghtLimpezas espirituais também ajudam a aliviar a sensação de angústia que se sente, até mesmo fisicamente. O mundo espiritual está sempre pronto para te dar forças para enfrentar seu problema.

Resumindo, se seu problema tem solução, busque a solução. Às vezes é uma questão de dar um ponto final ao sofrimento, marcar uma data limite para tomar uma decisão e agir. Outras vezes, quando não tem como resolver a situação, a única coisa que resta é a aceitação. Batendo na mesma tecla, tanto para um caso como para o outro, tem que rezar e pedir ajuda de Deus e das pessoas. Tem que falar sobre o problema, conversar, desabafar, tirar esse peso de dentro. Como disse no último artigo, porque esse é seu inverno. Aguenta mais um pouquinho e acredite que sua primavera vai chegar, e aí você vai olhar para trás aliviado.

Como diz uma amiga figura:

“A vida é feita de 2 palavras: beleza e paciência.

Tá tudo bem: beleza!

Não está: paciência…”

Urucaland

Mas da mesma forma que para seu terapeuta, você confessa as coisas consideradas mais esquisitas socialmente, para sua taróloga, você diretamente pergunta, quase como que pedindo uma empadinha num bar: “Vê para mim, por favor, se estou com uma uruca?”

Sim, já falamos de Lala Land, mas agora estamos visitando uma terra onde muitos acreditam em olho gordo, praga, magia negra, encosto, trabalho, enfim… em “uruca”. Você conhece este lugar?retrato_V0A4497

Como já devia ser de esperar, em Urucaland, é tabu falar diretamente de uruca, até porque, falando do assunto, você tem medo de atrair mais… Mas da mesma forma que para seu terapeuta, você confessa as coisas consideradas mais esquisitas socialmente, para sua taróloga, você diretamente pergunta, quase como que pedindo uma empadinha num bar: “Vê para mim, por favor, se estou com uma uruca?”. Como assim??

Exemplo:“Na última semana me estabaquei pegando um livro na estante (juro que isso nunca me aconteceu antes), tropecei duas vezes na rua, escorreguei no chão molhado e quebrei meu dedo mindinho do pé andando em casa!”. Por que essas coisas estão acontecendo comigo? Algumas destas razões podem ser confirmadas num jogo de tarô:

1) Você realmente está com uruca… Isto pode acontecer porque alguém:

– quer se vingar de alguma situação (que você aprontou antes);

– te inveja (e você precisa aprender a se proteger);

– te desejou o mal (pode não ter nada que ver com algo que você tenha feito- essa pessoa é simplesmente uma infeliz);

– você mesmo atraiu energias negativas ou um encosto (por ter uma certa mediunidade e não cuidar disso);

2) Não tem uruca, não- mas isso é carma;

3) Não tem uruca, não tem carma, mas você tomou decisões erradas e agora está pagando por isso no mundo material.

Quando o tarô confirma que existe mesmo algo estranho te atrapalhando, você tem que adotar uma dieta espiritual, isto é, rezar, procurar ajuda em um centro ou um lugar que anule o trabalho que fizeram para você, tomar um banho de sal grosso, etc.

Mas depois de tudo resolvido, por que não se espiritualizar mais um pouquinho? Desejar coisas boas para os outros e entender que a felicidade alheia não interfere na sua felicidade? Agradecer seus Anjos da Guarda e Deus por tudo de bom que tem na vida?

A melhor maneira de se blindar do mal é…temperança

… Ser honesto- mesmo quando ninguém está olhando e você tem a oportunidade de tirar alguma vantagem.

… Fazer o bem no dia a dia e ajudar os outros- sem esperar nada em troca.

… Acreditar num Deus de amor e luz e pensar positivo- para você e para o mundo.

E, por fim, continuar frequentando um lugar de espiritual, porque nos tempos atuais, o problema não é só aquele cara que quer tomar o seu lugar na empresa, ou aquela “amiga-inimiga” que quer roubar seu namorado. O mundo está fervendo. Urucaland pode ser qualquer lugar.

Mas a era de Aquário traz uma novidade: cada um de nós pode fazer um pouquinho por si mesmo e por quem está ao nosso alcance. Assim, se multiplicarmos o bem por 7,5 bilhões de pessoas, um “Salvador” vai chegar aqui, sorrir e finalmente poder tirar umas férias. Urucaland passou a ser Nirvanaland.

Caderninho digital

Um amigo escreveu no Facebook: “Só aqui mesmo que um ano horroroso parece ter sido um espetáculo!”. Como taróloga, acho bem interessante a diferença entre o que uma pessoa posta e sua realidade.

Um dia, um amigo escreveu no Facebook: “Só aqui mesmo que um ano horroroso parece ter sido um espetáculo!”. four of cupsQuando entramos em qualquer mídia social, notamos que muitos se mostram lindos e “felizes para sempre”. Como taróloga, é muito interessante ver que, por exemplo, a mesma pessoa que está tentando se separar, posta uma foto com o parceiro no dia do aniversário de casamento, celebrando com copos de champagne.

Outras pessoas, em momentos difíceis, se mostram em festas maravilhosas, como se a vida fosse sempre flores. Depois, elas vêm se consultar comigo contando uma história bem diferente. Ao mesmo tempo, muita gente reclama que essas mídias sociais são um antro de inveja, uma porta para a esnobação de grandes viagens, restaurantes caros e uma vida “jet-set” que nem sempre corresponde à realidade.

Mas que tal mudar esse olhar? Agora, sua mídia social passa a ser uma lista de gratidão para você mesmo e não um meio de comparação com os outros. Agora, seu Facebook te força a olhar seus melhores momentos, sua família, seu parceiro,… fazendo você repensar que é isso mesmo: a vida é feita de altos e baixos.

ten of cupsMelhor registrar os altos num Instagram, para quando estivermos por baixo, termos lindas viagens, bons amigos e celebrações para recordar e reanimar o espírito.

Melhor registrar uma festa no Facebook, para receber curtidas de amigos que estão longe mas ainda têm carinho por você, por mais que não tenham tempo de ligar.

Melhor dar um “Feliz Aniversário” virtual para aquela pessoa que você não é tão próximo, mas que mesmo assim, só aquela mensagenzinha, já traz um sorriso num dia tão especial para ela.

Por esse novo ângulo, se hoje você está triste, relembre sua própria linha do tempo e reveja suas fotos postadas. Levante a cabeça, tome um banho bem refrescante, se perfume, se embeleze, tire mais uma selfie… e poste!

… agora no seu “Caderninho Digital de Gratidão”.

As estrelas de Lala Land

Nesta última temporada dos Oscars, muito se falou de Lala Land, um filme no estilo musical em que o mocinho e a mocinha se encontram e dançam num cenário de estrelas. Para quem não sabe, aquele encontro se deu no famoso Griffith Observatory, o planetário e um dos lugares mais charmosos de Los Angeles, de onde se vê toda cidade e suas luzes.

Nessa última temporada do Oscar, muito se falou de Lala Land, um filme no estilo musical em que o mocinho e a mocinha se encontram e dançam num cenário de estrelas. Lala Poster
Para quem não sabe, aquele encontro se deu no famoso Griffith Observatory, o planetário e um dos lugares mais charmosos de Los Angeles, de onde se vê toda cidade e suas luzes.

E para esotéricos, nerds e fãs dos mistérios do universo, astronomia, astrologia, tarô e tudo mágico, recomendo que quando tiverem a oportunidade de visitar LA, não deixem de ir ao Griffith, que além da belíssima visita da parte interior e exterior do edifício, também tem outras atrações como o telescópio (de onde vi Saturno pela primeira vez) e a imperdível projeção no teto (a cadeira quase deita) do filme do planetário chamado “Centered in the Universe”.

teto

Outra coisa sensacional que muitos não têm ideia, é que o Griffith promove o que chamam de “Star Parties” (Festas das Estrelas). Uma vez por mês, vários astrônomos amadores conhecedores do céu trazem seus telescópios para os jardins do Griffith (com a ajuda de voluntários da Los Angeles Astronomical Society) para conversar e mostrar ao público em geral o Sol, a Lua, planetas visíveis e outros objetos.Griffith a noite

A Los Angeles Astronomical Society também promove outras “Star Parties” fora do Griffith, e foi numa dessas que tive a sorte de participar. Eu e um grupo interessado em passeios (umas 30 pessoas) viajamos para o parque nacional Mount Pinos, a aproximadamente 2 horas de distância de Los Angeles. Chegamos ao local onde seria o encontro dos astrônomos, fizemos um piquenique e depois uma caminhada.

2011-07-30 19.11.58caminhada2

Ao voltar ao local do piquenique, os astrônomos já estavam instalados com seus mega telescópios. Uma mulher tinha um “catálogo do céu” e à medida que as horas da noite se passavam, ensinava: “Agora Júpiter já está visível… agora vocês também podem checar a estrela XYZ…”. Nunca vi um céu tão limpo e tantas estrelas na vida como naquela noite. Ficamos por lá até quase 4 horas da manhã e voltamos para a cidade.

med_gallery_215649_4751_1583336

E depois de mostrar as fotos e contar essa experiência maravilhosa a um amigo, ele só me olhou e disse: “Vem cá, mas nesses passeios não tem namoro não??”. “Acho que sim”, respondi meio sem graça com a falta de interesse dele e minha ingenuidade. Até notei que uns dois casais se auto-abduziram por algumas horas. Fiz também alguns novos amigos que renderam bons jantares e outros passeios. Mas naquela noite eu só tinha olhos mesmo para as estrelas de LaLa Land!

ceu de estrelas

* As 3 últimas fotos, inclusive a do céu estrelado, foram tiradas durante este passeio.

Questão de Concurseiro: a probabilidade do Tarô

Em homenagem aos meus amigos concurseiros, aqui vai a seguinte questão: “O tarô é um oráculo antigo representado por 78 cartas. Num jogo de Mandala Astrológica, qual a probabilidade de um jogo se repetir?”

Em homenagem aos meus amigos concurseiros, aqui vai a seguinte questão:

O tarô é um oráculo antigo representado por 78 cartas, divididas em 2 grupos: 22 arcanos maiores (principais), que mostram o potencial generalizado de uma situação, e 56 arcanos menores (auxiliares) que projetam a forma na qual a situação se realizará. Num jogo de Mandala Astrológica, 12 posições representam as casas astrológicas e uma resume o momento do consulente. Em cada uma dessas 13 posições do jogo, uma carta do arcano maior é combinada com uma carta do arcano menor para ilustrar o que está acontecendo ou acontecerá em cada uma dessas áreas da vida do consulente. Qual a probabilidade de um jogo se repetir?mandala_astrologica_taro (1)

a) Não vou perder meu tempo com essa conta grande

b) Deixa a taróloga se virar na resposta

c) Mais fácil ganhar na Mega-Sena

d) Se Deus quiser, as cartas vão se repetir porque é uma questão de energia

e) Todas as respostas acima

Mandala jogo ro

Gabarito:

a) Sim, não perca seu precioso tempo com essa conta, porque não acredito que vá cair na sua prova, a não ser que algum professor de raciocínio lógico de alguma banca siga meu blog e goste dessa questão… Então melhor você investir seu tempo numa consulta comigo para vermos como planejar melhor sua vida para os próximos meses e concursos!

b) Esbocei uma conta, desta vez não num guardanapo de bar depois de 2 chops… E aqui vai um pouco dessa conta maluca:

Casa 1: você tem que escolher 1 das 22 cartas do arcano maior, combinada com a escolha de 1 das 56 cartas do arcano menor = 22 x 56 = 1.232 possibilidades

Casa 2: como você já tirou uma carta de cada arcano, sobram 21 do arcano maior e 55 do arcano menor: 21 x 55 = 1.155 possibilidades de combinação

Casa 3: seguindo o mesmo raciocínio: 20 x 54 = 1.080

Casa 4: 19 x 53 =1.007

Casa 5: 18 x 52 = 936

Casa 6: 17 x 51 = 867

Casa 7: 16 x 50 = 800

Casa 8: 15 x 49 = 735

Casa 9: 14 x 48 = 672

Casa 10: 13 x 47 = 611

Casa 11: 12 x 46 =552

Casa 12: 11 x 45 = 495

Momento do Consulente (13a. posição): 10 x 44 =440

Considerando que todas as casas estão interligadas para mostrar a vida do consulente, temos: 1.232 x 1.155 x 1.080 x 1.007 x 936 x 867 x 800 x 735 x 672 x 611 x 552 x 495 x 440 = 36.452.358 x 1030, logo, a probabilidade de um jogo se repetir é menor que 1 em mais de 1 trilhão!

c) Sim, é mais fácil ganhar na Mega-Sena do que repetir uma mandala de tarô, porque a probabilidade de ganhar na Mega-Sena é de 1 em aproximadamente 50 milhões*

d) Sim, porque o que faz com que uma pessoa escolha cartas de tarô e na maioria das vezes elas reflitam magicamente o que está acontecendo na vida do consulente? Você pode alegar que é uma questão de psicologia, que a taróloga conhece a consulente e adapta as cartas ao que já sabe. Ou se não conhece a consulente, que a taróloga influencia na resposta ou no futuro da consulente.

Mas como explicar, como no caso de uma cliente minha, que o tarô disse que ela ia ganhar uma bolada de dinheiro do nada, e um ano depois ela voltou para fazer uma consulta e me disse que um familiar tinha morrido e deixado um seguro de vida com uma quantia bem gorda para ela?

Eu só interpreto as cartas, mas quem na verdade as escolhe e as coloca na ordem? O acaso?? Depois de tantas consultas, não acredito. Então, com toda improbabilidade de um jogo se repetir, como estamos falando de “forças/ energias ocultas” que provavelmente escolhem as cartas e posições, se Deus quiser, as cartas poderão se repetir porque é uma questão de energia!

e) Todas as respostas acima – sim!!! e eis aqui nosso gabarito!

Resposta: letra e.

*Explicação da Mega-Sena: Em uma cartela com 60 números, numa aposta simples, você tem que escolher 6, e depois são sorteados 6 números. Ganha aquela pessoa que acertar esses 6 números. No globo com as bolas do sorteio, existem 60 bolas. Quando o primeiro número for sorteado, a primeira bola é retirada e sobram 59 bolas. Tanto faz a ordem dos números sorteados. Desses 60 números, 6 são favoráveis: 60/6. No sorteio do segundo número, sobram 59 bolas para serem sorteadas, e agora sobram 5 números favoráveis: 59/5. O mesmo raciocínio segue para a terceira bola, como duas já foram sorteadas, só 4 serão interessantes: 58/4. Seguindo o mesmo raciocínio: 57/3, 56/2, 55/1. Multiplicando tudo: 60/6 x 59/5 x 58/4 x 57/3 x 56/2 x 55/1 =36.045.979.200/ 720 = 50.063.860. Ou seja, quando você faz uma aposta simples, a sua chance de ganhar é de 1 em aproximadamente 50 milhões.

Só por curiosidade…

O que acontece quando você tira tarô “só por curiosidade”, mas recebe um aviso importante?

O que acontece quando você pensa que veio tirar tarô “só por curiosidade” e, em vez disso, as cartas te passam uma mensagem muito importante? Isso aconteceu com uma cliente.

Ela estava insatisfeita com seu trabalho e achava que o tarô poderia orientá-la no sentido profissional. Então Marcela* veio perguntar o que fazer, mas não tinha nenhuma questão muito séria. Analisando sua mandala astrológica para os próximos meses, o tarô mostrava que ela tinha que começar a investir em cursos para ter mais opções em sua carreira. Nada demais em termos de trabalho para aquele período.

Apesar disso, apareceu um grande alerta em outra área de sua vida que ela nem imaginava: a saúde de Paulo*, seu companheiro. Na casa 7, do “outro” (parceiros, sócios, namorados, maridos…), a carta NOVE DE ESPADAS junto com a LUA diziam que Paulo passava por grandes preocupações que não compartilhava com ela. Pela observação de outras cartas, o problema era claramente só dele.Nove de Espadas

Então eu lhe disse: “Fica de olho no Paulo, porque ele está passando por algum problema. Isso não tem nada que ver com vocês dois. O relacionamento de vocês está ótimo. É como se ele estivesse em depressão ou com algum problema de saúde e não tá te contando”.

Ela não compreendia o porquê daquela carta, pois a rotina dele era de um atleta. Professor de tênis, além das aulas, ele malhava e jogava bola aos finais de semana. “Mas ele está ótimo, com uma saúde de ferro!”, ela respondeu.

“Bom, estamos vendo previsões para os próximos meses. Pode ser que apareça algum problema. E o tarô não avisa essas coisas para te assustar. O único motivo que algo assim está saindo no seu jogo é porque, de alguma forma, você vai ter que AJUDAR ele.” Ela ficou meio assim, achando aquele jogo louco… até que…

Um mês depois, me ligou e disse: “Rosane, você não vai acreditar! O Paulo me contou que está sentindo falta de ar quando joga tênis.” Ela, que já estava com a pulga atrás da orelha por causa do tarô, prestou a maior atenção no que, normalmente, seria um comentário bobo. E insistiu que ele fosse fazer um check up médico.

Paulo começou a fazer uma série de exames de sangue e de esforço, com acompanhamento de um cardiologista. Todos os resultados foram bons, nada que o alertasse. Até que, numa noite, ele se sentiu muito mal. Marcela insistiu para que ele mudasse de médico.

O novo médico pediu exames mais específicos, de imagem e cateterismo cardíaco. Depois do exame de cateterismo, que exigia internação, o médico apareceu no quarto do hospital e lhe disse: “Daqui você só sai operado! Suas artérias estão entupidas e não sei como você não teve um ataque do coração antes.” Na mesma semana ele operou do coração.Betty Boop Enfermeira E Marcela ali, o tempo todo ao seu lado, cuidando de sua recuperação.

Será que foi mesmo o acaso que a levou para essa consulta? Ou foram seus guias, anjos da guarda, que queriam salvar a vida de seu companheiro?

E salvaram, porque ele ficou ótimo! Os dois continuam juntos, curtindo a vida. Com um detalhe: depois desse susto, ela me confessou que no início daquele ano, no Carnaval, os dois tinham saído fantasiados de enfermeira e doente. E por fim, desabafou: “Essa fantasia, nunca mais!”.

* Os nomes foram trocados para preservar a identidade do casal.