Mesmice

Como poderíamos mesmice? Porque você acha que nada acontece na sua vida?

Como poderíamos definir os períodos de mesmice? Alguns clientes procuram o tarô para saber quando algum evento significativo vai acontecer para “salvá-los” de um tédio, no qual parece que nada interessante acontece na vida. O tarô possui cartas específicas que mostram esses casos: A Sacerdotisa, o Ermitão, o Pendurado e a Temperança – cada um com um propósito diferente.tarodaro- sacerdotisa

A Sacerdotisa vai fazer com que sua situação demore a ser resolvida porque é necessário refletir, analisar a situação com detalhes, ter calma e saber a hora certa de tomar iniciativa. O problema é quando, em vez de só refletir, ficamos remoendo a situação, tentamos controlar cada aspecto do todo, somos perfeccionistas e não damos o próximo passo: agir, desenvolver o projeto, ir para frente.

No caso do Ermitão, a demora pode vir de uma necessidade de primeiro se centrar, pensar melhor no futuro sem interferência dos outros, para só depois tomar uma decisão. Você procura a resposta sozinho. Pode representar também os “passos de formiguinha” ou uma burocracia. A realização está acontecendo, mas não na velocidade em que gostaríamos. Temos que ser pacientes, manter o foco, porque é necessário ter sabedoria para lidar com a situação.Tarodaro- hangman

O Pendurado requer mais do que paciência, pois a pessoa vai ter que aguentar um período mais pesado, difícil, de sacrifício ou maturidade. Muitas vezes esperamos que algo aconteça, mas estamos presos a algo que não faz mais sentido, não “largamos o osso”. Esse sofrimento pode ser causado por uma situação externa ou por estarmos presos a uma ideia que não bate com a realidade. Em algum momento, temos que dar um basta. Por exemplo, seu parceiro terminou o relacionamento com você. Você fica arrasada por meses. Mas uma hora, vai ter que pegar as rédeas, levantar a cabeça e ir para frente, em vez de ficar esperando que ele volte. Ou, como na morte, você tem o período de luto, mas depois a vida segue.

A Temperança faz você ficar na mesma situação porque diz que tudo acontece na hora certa, no tempo divino. Então a solução é esperar mesmo. Por exemplo, você está num trabalho que perdeu o dinamismo e queria lidar com mais desafios. Mas tem que esperar as oportunidades se abrirem.

Existem mil outras combinações de cartas que podem apresentar essas questões, mas e você? Porque acha que nada acontece? Será que está esperando que caia uma solução do céu e não está tomando nenhuma iniciativa para mudar a sua vida? Será que tem que ter paciência nesse momento, porque seu problema está fora do seu controle? Ou será que está ansioso demais para que tudo ande rápido?

A resposta é sempre a mesma: tenha fé no mundo espiritual, nas melhoras da vida, nos ciclos positivos, mas faça seu dever de casa, se é que tem algo a fazer. A verdade é que todo mundo reclama quando tá tudo muito calmo, mas, de uma hora para outra, tudo se abre de uma vez, e aí você reclama que não tem tempo para ler um livro, caminhar na praia, dormir. Então, conselho de taróloga: aproveita sua mesmice enquanto pode!

tarodaro- mesmice

Ética de Tarô

Quanto à ética no tarô, se a questão envolve suas decisões, sua vida, porque não perguntar? Então você tem que pedir permissão para seu parceiro se pode checar com o tarô se ele tem uma amante?

Um amigo me contou que usava o tarô para checar candidatos a vagas de emprego, para ter uma noção se seriam uma boa aquisição para a sua empresa ou não. Então, uma candidata fez uma entrevista, gostaram dela, mas estavam esperando sua resposta. Ao checar com o tarô, ele viu que a moça esperava mais do trabalho. Ela era muito qualificada – apesar de ter falado na entrevista que queria o emprego, logo se entediaria com o trabalho em si e procuraria novas oportunidades.

Etica no Taro - Seven of Swords

Ao comentar esse episódio com um grupo de conhecidos, todos questionaram sua ética, reprovando o fato de que ele usara o tarô para checar a candidata. Mas que falta de ética é essa? Ele não julgou a candidata antes, fizeram-lhe uma oferta, mas ele usou o tarô para entender melhor como lidar com ela. E no final, quando ela voltou para outra entrevista, acabou recusando a oferta, confessando exatamente o que o tarô previra: que procurava uma opção mais desafiadora de acordo com suas qualificações.

Quanto à ética no tarô, se a questão envolve suas decisões, sua vida, por que não perguntar? Então você tem que pedir permissão para seu parceiro se pode checar com o tarô se ele tem uma amante? Tem que pedir permissão para o chefe para ver se ele vai te demitir? Por favor! Não sejamos hipócritas.

Numa consulta de tarô, você quer saber da sua vida, dos seus problemas. Se perder esse tempo para querer saber sobre outros que não têm nada a ver com a sua vida, na verdade está perdendo uma oportunidade de receber conselhos para abrir seus próprios caminhos. Mas se a questão envolve sim, o outro, e você quer saber como lidar com isso, vale perguntar. E mais: vale sair da consulta e não contar nada para ninguém do que o tarô disse. Basta esperar para ver os acontecimentos se aflorarem.Etica no Taro - Devil

O que se deve condenar, na verdade, é um mundo em que a falta de ética e a corrupção, infelizmente, se derivam da falta de valores mais humanos e de amor ao próximo. Uma mera consulta a um oráculo, para ser mais feliz e até mesmo para poder ajudar os outros, não vai te levar para o Inferno!